Giz – 1988

“Giz” representou uma importante mudança de direção no trabalho do Giramundo, interrompendo a série de “espetáculos brasileiros” dos anos 80 e abrindo uma nova fase, interessada num teatro formalista e experimental, dominante na produção do grupo nos anos 90. “Giz” não apresenta uma história linear. Não há diálogos, mas uma linguagem gestual integrada à música. Composto por quadros independentes com temas que lidam com o fantástico e o absurdo, em expressões que vão do lúdico ao demoníaco. O processo de montagem foi invertido: os bonecos antecederam e criaram o roteiro. As formas esculpidas em madeira cederam lugar à formas modeladas em espuma. Os bonecos tornaram-se brancos e os manipuladores se afirmaram como personagens.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©Todos os direitos reservados para Giramundo

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?

%d blogueiros gostam disto: