GIZ_MNP_Ana Teresa_1988_BON_2.jpg

GIZ

Um espetáculo voltado para adultos e crianças, “Giz” é uma das produções  mais curiosas desenvolvidas pelo Giramundo. O texto da peça não possui  linearidade: é uma sucessão de situações isoladas que ocorrem no seio de  uma família, com temas que lidam com o fantástico e o absurdo e expressões  que vão do lúdico ao demoníaco.

O caráter experimental de “Giz” vai para além do roteiro - são realizadas  inovações no processo de construção do espetáculo, na cenografia, na apre sentação dos marionetistas e nos bonecos: O processo de montagem foi  invertido - os bonecos antecederam e criaram o roteiro. As formas esculpidas  em madeira cederam lugar à formas modeladas em espuma. Os bonecos tor naram-se brancos e os manipuladores, que antes ficavam escondidos, foram  revelados se afirmando como personagens. 

“Giz” foi montado em 1988, durante o XXº Festival de Inverno da UFMG em  Poços de Caldas, e representou uma mudança de direção no trabalho do  Grupo Giramundo, interrompendo a série de “espetáculos brasileiros” dos  anos 80, e abrindo uma nova fase - marcada pelo interesse em um teatro  formalista e experimental, dominante na produção do grupo nos anos 90.

 

O espetáculo foi remontado em 2008. Durante o processo de readaptação,  o Giramundo utilizou os desenhos e a concepção originais criados por Álvaro Apocalypse, porém fez atualizações técnicas e estruturais nos projetos,  colocando-os a par das inovações e soluções encontradas pelo grupo nos  últimos anos. Para esta nova montagem, os figurinos dos marionetistas foram  especialmente desenhados pelo estilista Ronaldo Fraga, e uma nova trilha  sonora foi criada pelo músico Eduardo Álvares.  

pai 2008_edited.jpg

CONTRATAR

festival de
inverno

icones-20.png